© 2008 Sinal Link Acessibilidade 

CNPJ: 09490366-0001/60 

www.sinallink.com.br  Rua Antônio das Chagas 730 - São Paulo, SP 

  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Instagram Basic Black

Placa de Braille - Tudo que você precisa saber !

April 9, 2017

 

Você gostaria que sua instituição estivesse sinalizada de forma correta, atendendo todas as normas da ABNT, preparada para receber alunos e pessoas com deficiência, gerando um impacto positivo nas avaliações do MEC e eventuais visitas do Ministério Público?

Tenho certeza que sim !

 

Porém na hora de buscar soluções no mercado para adequar a acessibilidade das escolas faculdades e polos EAD, muitos gestores se deparam com uma serie de dúvidas sobre produtos e serviços relacionados ao tema da acessibilidade, principalmente pelo fato de que estes itens são regulamentados por norma técnicas.

 

Existe uma grande chance dos gestores, administradores e compradores, cometerem erros na aquisição de um ou mais itens como placas de braille que identificam os ambientes.

 

 

Fique tranquilo, neste artigo, você vai aprender de uma maneira simples e didática quais são os itens que devem ser observados na hora de comprar as placas de braille , evitando problemas posteriores. 

 

Saiba neste post :

 

1 ) O que é uma placa de braille

2) Detalhamento da norma NBR 9050/2015

3) Quais tipos de placa existem no mercado

 

 

1) O que é uma placa de braille 

Seguindo a NBR9050/2015 e uma sinalização que indica em relevo e braille o ambiente de um determinado espaço ou imóvel, que tem o objetivo de orientar pessoas com baixa visão e cegos.

 

2) Detalhamento da norma

 A Associação Brasileira de Normas Técnicas ABNT em sua norma NBR 9050 revisão de 2015 item 5.4.1 ,pagina 44 ,detalha a sinalização da seguinte maneira :

 

Sinalização de portas e passagens

 

Portas e passagens devem possuir informação visual, associada a sinalização tátil ou sonora, conforme Tabela 1.

 

 

Devem ser sinalizadas com números e/ou letras e/ou pictogramas e ter sinais com texto em relevo, incluindo Braille.

 

Essa sinalização deve considerar os seguintes aspectos:

 

 a) a sinalização deve estar localizada na faixa de alcance entre 1,20 m e 1,60 m em plano vertical, conforme Figura 59 abaixo.

 

 

Quando instalada entre 0,90 m e 1,20 m, deve estar na parede ao lado da maçaneta em plano inclinado entre 15° e 30° da linha horizontal e atender ao descrito em 5.4.6.5, quando exceder 0,10 m;

 

 b) a sinalização, quando instalada nas portas, deve ser centralizada, e não pode conter informações táteis. Para complementar a informação instalada na porta, deve existir informação tátil ou sonora, na parede adjacente a ela ou no batente, conforme a Figura 59;

 

 c) em portas duplas, com maçaneta central, instalar ao lado da porta direita;  

 

d) nas passagens a sinalização deve ser instalada na parede adjacente, conforme a Figura 59;

 

 e) os elementos de sinalização devem ter formas que não agridam os usuários, evitando cantos vivos e arestas cortantes

 

Das informações apresentadas, uma questão merece muita atenção e esta relacionada a informação visual, associada a sinalização tátil, ou seja, na mesma placa as duas informações deveram constar, lembrando que o texto deve estar em relevo seguindo as medidas mínimas de altura do texto de 1,5 cm .

 

A falta de um destes itens pode invalidar a sinalização, por exemplo, em uma avaliação do MEC e desta forma o investimento feita na placa errada será perdido.

 

 

3) Tipos de placas existentes no mercado

 

A ) Tipos de Materiais :

 

Muitas empresas que fornecem placas em braille não conhecem os detalhes da norma e suas implicações, por isso procure por empresas que sejam associadas da ABNT e que tenha em seu quadro profissionais e processos certificados. Ainda com relação ao processo de fabricação é muito comum empresas utilizarem a tecnologia de router para produção das placas, esta tecnologia mais antiga não fornece muita resistência mecânica ao texto e ao braille reduzindo a vida útil da mesma.

 

Outro processo de produção mais atual e o de injeção de resina que possibilita um toque mais suave e uma durabilidade muito maior que as feitas com router.

Podem ser feitas em diversos materiais como aço, poliestireno entre outros, porém as em acrílico são as mais utilizadas por sua resistência   e melhor acabamento.

 

B) Dimensões da placa :

 

Uma dúvida que sempre surge na hora de solicitar uma placa em braille esta relacionado ao tamanho da placa. Devemos ter em mente uma relação entre o tamanho da placa e o texto que será produzido. As medidas mais comuns encontradas no mercado são 10 cm x 7,5 cm e 10 cm x 20 cm.

A medida da placa não esta descrita na norma, podendo desta forma utilizar diversos formatos de acordo com a necessidade ou aplicação.

 

C) Cores corretas para a placa:

 

Não podemos esquecer a importância das cores, pois são utilizadas por pessoas com baixa visão e para isto deverá haver um contraste bem definido entre o texto e a placa. Quando a placa for de cor predominantemente escura o texto deverá ser claro e vice versa.

Um bom exemplo de contraste, é a placa branca com texto e braille na cor preta.

 

Resumindo :

 A sinalização acessivel consiste em um sistema integrado de itens que vão ajudar pessoas cegas e com baixa visão a se deslocar com segurança e autonomia em ambientes sinalizados. Por isso, a correta aplicação de cada um dos itens que compõe este sistema deve seguir rigorosamente a norma, desde a produção até a instalação correta.

 

Caso necessite de mais informação, queira tirar dúvidas ou uma cotação de placa de braille, entre em contato: 

 

Tel:011 2886 4652

 

https://www.sinallink.com.br/placa-braille

 

contato : vendas@sinallink.com.br 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

Mapa Tátil, tudo que você precisa saber!

August 29, 2019

1/5
Please reload

Posts Recentes